Welcome!

News Feed Item

Organizações em todo o mundo desperdiçam US$ 1 milhão a cada 20 segundos

A pesquisa global Pulse of the Profession® de 2018, conduzida pelo Project Management Institute (PMI), revela que cerca de US$ 1 milhão é desperdiçado a cada 20 minutos pelas organizações em todo o mundo devido à implementação ineficaz de estratégia de negócios através de práticas deficientes de gestão de projetos. Isso equivale a cerca de US$ 2 trilhões de dólares desperdiçados por ano.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: http://www.businesswire.com/news/home/20180215005627/pt/

Organizations that undervalue project management report much higher project failure rates. (Graphic: ...

Organizations that undervalue project management report much higher project failure rates. (Graphic: Business Wire)

O estudo mostra que, as organizações desperdiçam, em média, 9,9% de cada dólar* devido ao fraco desempenho do projeto, e que cerca de um em cada três projetos (31%) não cumprem seus objetivos, 43% não são concluídos dentro do orçamento e quase metade (48%) não são concluídos a tempo. De modo alarmante, os líderes executivos podem estar fora de contato com essa realidade, já que 85% dos pesquisados disseram acreditar que suas organizações são eficazes na entrega de projetos para alcançar resultados estratégicos. Esses fatores estão gerando perdas financeiras enormes para empresas de todo o mundo, com um significativo impacto macroeconômico mais amplo.

“A gestão de projetos é o motor da estratégia, mas as organizações não conseguem preencher a lacuna entre o desenho da estratégia e sua entrega", disse Mark A. Langley, presidente e diretor executivo do Project Management Institute. "A gestão efetiva de projetos para implementar a estratégia de negócios das organizações é fundamental e tem um impacto significativo no resultado final.”

Das regiões geográficas incluídas na pesquisa, a China relatou o menor desperdício monetário médio em projetos (7,6% ou US$ 76 milhões por US$ 1 bilhão), seguido pelo Canadá (7,7% ou US$ 77 milhões por US$ 1 bilhão) e Índia (8,1% ou US$ 81 milhões por US$ 1 bilhão). Ao contrário, a Austrália relatou o maior desperdício médio nos gastos de projeto em 13,9% ou US$ 139 milhões por US$ 1 bilhão. *Os valores são em dólares norte-americanos, mas representam um percentual que se aplica a qualquer moeda.

“Existe uma conexão poderosa entre a gestão eficaz de projetos e o desempenho financeiro", continuou Langley. "As organizações que são ineficazes com a gestão de projetos desperdiçam 21 vezes mais dinheiro do que aquelas com capacidades de gestão de projetos de mais alto desempenho. Mas a boa notícia é que, ao aproveitar algumas práticas comprovadas, existe um enorme potencial para que as organizações corrijam e melhorem o desempenho financeiro.”

Em uma era de maior controle financeiro, variações nas pressões competitivas e transtornos nos negócios devidos à evolução da tecnologia, os resultados da pesquisa apontam para cinco fatores críticos que podem ajudar as organizações a impulsionar o desempenho através de uma implementação mais eficaz da estratégia.

1. A participação do patrocinador executivo é o principal condutor de entrega efetiva da estratégia

O principal condutor de projetos que atende seus objetivos de negócios originais é um campeão ou patrocinador executivo que participa ativamente. Mas, ao mesmo tempo, as organizações relatam uma média de 38% dos projetos que não contam com um patrocínio executivo ativo, o que indica a necessidade e a oportunidade para os líderes executivos participarem mais na entrega da estratégia.

2. Maior conexão entre o desenho e a entrega da estratégia

Os executivos muitas vezes não reconhecem que a gestão eficaz de projetos e programas é o que cumpre a estratégia. Mais de uma em cada três organizações (35%) relatam não ter um forte alinhamento de iniciativas e projetos que cumpram diretamente a estratégia. Isso indica a necessidade de que os executivos do C-Suite reconheçam melhor o potencial total da gestão de projetos para executar a estratégia e para garantir que eles estão alavancando os programas certos para cumprir diretamente a estratégia.

3. Otimizar o investimento na implementação da estratégia

As organizações muitas vezes priorizam o investimento no desenvolvimento de estratégia sobre a execução adequada. Parece haver uma grande desconexão entre os líderes executivos e os gerentes de projetos no financiamento da implementação da estratégia. Enquanto 84% dos líderes executivos acreditam que estão priorizando e financiando efetivamente as iniciativas e projetos corretos, apenas 55% dos líderes do Escritório de Gestão de Projetos (Project Management Office, PMO) estão de acordo. Isso sugere que as organizações podem não estar aproveitando o foco e o investimento ideal para cumprir a estratégia.

4. Aproveite a ruptura – Não reaja apenas – Seja ágil

Em um mundo com um ritmo acelerado de inovação, a ruptura é a nova normalidade. Portanto, não é surpreendente que 83% dos gerentes de projetos informem que a transformação digital afetou moderada ou dramaticamente seu trabalho nos últimos cinco anos. O que é fundamental para o sucesso no atual ambiente de negócios é tirar vantagem de uma abordagem ágil com gestão de projetos e cumprir a estratégia através da avaliação contínua da dinâmica da mudança do mercado, novas tecnologias e inovação.

Mas, enquanto 71% das organizações relatam maior agilidade nos últimos cinco anos, apenas 28% relatam uma alta agilidade organizacional em geral. Embora a agilidade esteja aumentando, o ritmo da mudança é inconsistente. De fato, a partir de uma perspectiva organizacional mais ampla, apenas 40% das organizações relatam priorizar a criação de uma cultura receptiva à mudança.

Em termos prospectivos, as organizações que podem tirar vantagem da ruptura e permanecer ágeis podem gerar ganhos financeiros e vantagem competitiva.

5. Definir e controlar métricas de sucesso

A pesquisa mostrou que, em média, cerca de metade (52%) dos projetos experimentam um aumento descontrolado da escala e cerca de metade (48%) não são entregues no prazo, gerando enormes perdas financeiras. A definição antecipada das medidas de sucesso ajuda a garantir que os projetos permaneçam no bom caminho e cumpram os orçamentos e objetivos.

A medida em que as organizações dentro de diferentes regiões estão alavancando essas melhores práticas de gestão de projetos é refletida no desperdício geral, detalhado abaixo do menor ao maior desperdício:

             
Valor do desperdício, pelo menos para a maioria     Região     Quantidade desperdiçada devido ao fraco desempenho do projeto*
1     China     7,6% ou US$ 76 milhões por US$ 1 bilhão
2     Canadá     7,7% ou US$ 77 milhões por US$ 1 bilhão
3     Índia     8,1% ou US$ 81 milhões por US$ 1 bilhão
4     Oriente Médio     8,5% ou US$ 85 milhões por US$ 1 bilhão
5     Ásia Pacífico     8,6% ou US$ 86 milhões por US$ 1 bilhão
6     América Latina     10,2% ou US$ 102 milhões por US$ 1 bilhão
6     E.U.A.     10,2% ou US$ 102 milhões por US$ 1 bilhão
7     Reino Unido     10,8% ou US$ 108 milhões por US$ 1 bilhão
8     EMEA (Europa, Oriente Médio e África)     11,7% ou US$ 117 milhões por US$ 1 bilhão
9     Brasil     12,2% ou US$ 122 milhões por US$ 1 bilhão
10     Europa     12,7% ou US$ 127 milhões por US$ 1 bilhão
11     Austrália     13,9% ou US$ 139 milhões por US$ 1 bilhão

*Os valores são em dólares norte-americanos, mas representam um percentual que se aplica a qualquer moeda.

Sobre a pesquisa Pulse of the Profession® do PMI

A pesquisa Pulse of the Profession Survey® foi realizada on-line em outubro de 2017. O relatório destaca comentários e pontos de vista de 4.455 profissionais de gestão de projetos, 800 diretores dos Escritórios de Gestão de Projetos (PMO) e 447 líderes executivos de diversos setores, incluindo tecnologia da informação, serviços financeiros, fabricação, governo, energia, saúde, construção e telecomunicações em todo o mundo.

Sobre o Project Management Institute (PMI)

Project Management Institute (PMI) é a principal associação do mundo para profissionais de gerenciamento de projetos, programas e portfólios. Fundado em 1969, o PMI entrega valor para mais de três milhões de profissionais que trabalham em quase todos os países do mundo através de advocacia, colaboração, educação e pesquisa global. O PMI promove o avanço de carreiras, melhora o sucesso empresarial e amadurece a profissão de gerenciamento de projetos através de padrões reconhecidos mundialmente, certificações, comunidades, recursos, ferramentas, pesquisas acadêmicas, publicações, cursos para desenvolvimento profissional e oportunidades de networking. Como parte da família PMI, ProjectManagement.com cria comunidades globais on-line que oferecem mais recursos, melhores ferramentas, redes mais amplas e perspectivas mais completas. Acesse www.PMI.org, www.projectmanagement.com, www.facebook.com/PMInstitute e no Twitter @PMInstitute.

A pesquisa completa Pulse of the Profession Survey® pode ser visualizada em www.pmi.org/Pulse.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

More Stories By Business Wire

Copyright © 2009 Business Wire. All rights reserved. Republication or redistribution of Business Wire content is expressly prohibited without the prior written consent of Business Wire. Business Wire shall not be liable for any errors or delays in the content, or for any actions taken in reliance thereon.

Latest Stories
"Storpool does only block-level storage so we do one thing extremely well. The growth in data is what drives the move to software-defined technologies in general and software-defined storage," explained Boyan Ivanov, CEO and co-founder at StorPool, in this SYS-CON.tv interview at 16th Cloud Expo, held June 9-11, 2015, at the Javits Center in New York City.
Sometimes I write a blog just to formulate and organize a point of view, and I think it’s time that I pull together the bounty of excellent information about Machine Learning. This is a topic with which business leaders must become comfortable, especially tomorrow’s business leaders (tip for my next semester University of San Francisco business students!). Machine learning is a key capability that will help organizations drive optimization and monetization opportunities, and there have been some...
A strange thing is happening along the way to the Internet of Things, namely far too many devices to work with and manage. It has become clear that we'll need much higher efficiency user experiences that can allow us to more easily and scalably work with the thousands of devices that will soon be in each of our lives. Enter the conversational interface revolution, combining bots we can literally talk with, gesture to, and even direct with our thoughts, with embedded artificial intelligence, whic...
The question before companies today is not whether to become intelligent, it’s a question of how and how fast. The key is to adopt and deploy an intelligent application strategy while simultaneously preparing to scale that intelligence. In her session at 21st Cloud Expo, Sangeeta Chakraborty, Chief Customer Officer at Ayasdi, provided a tactical framework to become a truly intelligent enterprise, including how to identify the right applications for AI, how to build a Center of Excellence to oper...
While some developers care passionately about how data centers and clouds are architected, for most, it is only the end result that matters. To the majority of companies, technology exists to solve a business problem, and only delivers value when it is solving that problem. 2017 brings the mainstream adoption of containers for production workloads. In his session at 21st Cloud Expo, Ben McCormack, VP of Operations at Evernote, discussed how data centers of the future will be managed, how the p...
ChatOps is an emerging topic that has led to the wide availability of integrations between group chat and various other tools/platforms. Currently, HipChat is an extremely powerful collaboration platform due to the various ChatOps integrations that are available. However, DevOps automation can involve orchestration and complex workflows. In his session at @DevOpsSummit at 20th Cloud Expo, Himanshu Chhetri, CTO at Addteq, will cover practical examples and use cases such as self-provisioning infra...
As DevOps methodologies expand their reach across the enterprise, organizations face the daunting challenge of adapting related cloud strategies to ensure optimal alignment, from managing complexity to ensuring proper governance. How can culture, automation, legacy apps and even budget be reexamined to enable this ongoing shift within the modern software factory? In her Day 2 Keynote at @DevOpsSummit at 21st Cloud Expo, Aruna Ravichandran, VP, DevOps Solutions Marketing, CA Technologies, was jo...
As Marc Andreessen says software is eating the world. Everything is rapidly moving toward being software-defined – from our phones and cars through our washing machines to the datacenter. However, there are larger challenges when implementing software defined on a larger scale - when building software defined infrastructure. In his session at 16th Cloud Expo, Boyan Ivanov, CEO of StorPool, provided some practical insights on what, how and why when implementing "software-defined" in the datacent...
Blockchain. A day doesn’t seem to go by without seeing articles and discussions about the technology. According to PwC executive Seamus Cushley, approximately $1.4B has been invested in blockchain just last year. In Gartner’s recent hype cycle for emerging technologies, blockchain is approaching the peak. It is considered by Gartner as one of the ‘Key platform-enabling technologies to track.’ While there is a lot of ‘hype vs reality’ discussions going on, there is no arguing that blockchain is b...
Blockchain is a shared, secure record of exchange that establishes trust, accountability and transparency across business networks. Supported by the Linux Foundation's open source, open-standards based Hyperledger Project, Blockchain has the potential to improve regulatory compliance, reduce cost as well as advance trade. Are you curious about how Blockchain is built for business? In her session at 21st Cloud Expo, René Bostic, Technical VP of the IBM Cloud Unit in North America, discussed the b...
You know you need the cloud, but you’re hesitant to simply dump everything at Amazon since you know that not all workloads are suitable for cloud. You know that you want the kind of ease of use and scalability that you get with public cloud, but your applications are architected in a way that makes the public cloud a non-starter. You’re looking at private cloud solutions based on hyperconverged infrastructure, but you’re concerned with the limits inherent in those technologies.
Is advanced scheduling in Kubernetes achievable?Yes, however, how do you properly accommodate every real-life scenario that a Kubernetes user might encounter? How do you leverage advanced scheduling techniques to shape and describe each scenario in easy-to-use rules and configurations? In his session at @DevOpsSummit at 21st Cloud Expo, Oleg Chunikhin, CTO at Kublr, answered these questions and demonstrated techniques for implementing advanced scheduling. For example, using spot instances and co...
The use of containers by developers -- and now increasingly IT operators -- has grown from infatuation to deep and abiding love. But as with any long-term affair, the honeymoon soon leads to needing to live well together ... and maybe even getting some relationship help along the way. And so it goes with container orchestration and automation solutions, which are rapidly emerging as the means to maintain the bliss between rapid container adoption and broad container use among multiple cloud host...
The cloud era has reached the stage where it is no longer a question of whether a company should migrate, but when. Enterprises have embraced the outsourcing of where their various applications are stored and who manages them, saving significant investment along the way. Plus, the cloud has become a defining competitive edge. Companies that fail to successfully adapt risk failure. The media, of course, continues to extol the virtues of the cloud, including how easy it is to get there. Migrating...
Imagine if you will, a retail floor so densely packed with sensors that they can pick up the movements of insects scurrying across a store aisle. Or a component of a piece of factory equipment so well-instrumented that its digital twin provides resolution down to the micrometer.